PROSAMIM I

O Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus – PROSAMIM, começou com o empréstimo BR – L1005, e execução da Unidade de Gerenciamento do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus – UGPI, vinculada ao Gabinete do Governador do Estado, com autonomia administrativa e financeira. Neste período as ações ficavam sob a coordenação operacional da Secretaria de Estado da Infraestrutura – SEINF,hoje, SEINFRA.

O PROSAMIM nasceu para que suas ações promovessem a manutenção do desenvolvimento socialmente integrado e do crescimento econômico ambientalmente sustentável, assegurando a preservação do patrimônio ambiental de Manaus e do Estado do Amazonas, de forma a contribuir, em longo prazo, para melhoria contínua da qualidade de vida da população amazonense. Na sua fase inicial o Programa também contribuiu para o desenvolvimento social e econômico de Manaus, em particular dos moradores da bacia hidrográfica dos Educandos – Quarenta.

O PROSAMIM foi concebido como um programa global de obras múltiplas, compreendidas em dois componentes. O primeiro componente incluindo a execução de obras de melhoria ambiental, urbanística e habitacional e o segundo as atividades voltadas para o desenvolvimento comunitário e fortalecimento institucional das entidades públicas que participam do Programa,para que estas assegurem a .sustentabilidade social e institucional.

O custo total do PROSAMIM,na primeira etapa, foi de US$200,000,000 (duzentos milhões de dólares americanos), sendo 70% (US$140 milhões de dólares) financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID e 30% (US$60 milhões de dólares) como contra-partida do Governo do Estado do Amazonas.

Escopo de intervenções realizadas no PROSAMIM I

Igarapé ManausTrecho entre a Av. Beira Rio/Rua Tarumã
-Macrodrenagem (Canal e Galeria do Igarapé);
-Parque Residencial Manaus com 819 unidades habitacionais;
-Parques urbanos Desembargador Paulo Jacob, com 40.357,27m e Senador Jefferson Péres com 52.000 m2 ;
-Vias do entorno
Igarapé BittencourtTrecho entre a Avenida Beira Rio/Rua Ajuricaba
-Macrodrenagem (Canal e Galeria do Igarapé)
-Parque Bittencourt, 1ª etapa, com 27.402,28m2; e
- Vias de entorno
Igarapé Mestre ChicoTrecho entre a Av.Beira Rio/Rua Ipixuna
-Macrodrenagem (Canal e Galeria do Igarapé)
-Parque Largo do Mestre Chico com 62.000m2;
-Ponte Benjamim Constant; e
-Vias do entorno
Igarapé do QuarentaTrecho entre a Ponte Juscelino Kubitschek/Ponte da Maués
-Parques Residenciais Prof. José Jefferson Carpinteiro Perés, com 150 unidades habitacionais e Prof.Gilberto Mestrinho, com 372 unidades habitacionais.
Sistema de Esgotamento SanitárioRede coletora, interceptor, linha de recalque e elevatória , em parte das sub-bacias dos Igarapés Manaus, Bittencourt e Mestre Chico, com uma extensão de 56.221,54m de redes implantadas
Social6.683 famílias remanejadas ; gestão compartilhada; sustentabilidade socioambiental e envolvimento de parceiros
Instituições FortalecidasSUHAB,IMPLURB,CPRM,SEMINF,MANAUSTUR,SEMMAS,SEMULSP,IPAAM, ARSAM E IMTT