Governo do Estado dá celeridade às obras do ProsaiMaués

O Coordenador Executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais, Claudemir Andrade, recebeu na manhã desta segunda-feira (13), integrantes do Banco do Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o consultor independente Rodrigo Speziali, que veio realizar uma visita técnica a UGPE/UGPM e acompanhar o andamento do Programa de Saneamento Integrado de Maués (ProsaiMaués).

O coordenador da UGPE, Claudemir Andrade, afirma que é prioridade do Governo do Estado seguir com os trabalhos e, para tanto, é preciso realizar os ajustes necessários dos projetos urbanísticos. “Vamos buscar pela celeridade das ações, uma vez que o desempenho nos últimos anos foi muito baixo, já retratando em atraso significativo das obras”, pontuou Claudemir.

O Programa vai beneficiar mais de 63 mil moradores da cidade, e tem por objetivo contribuir para a solução dos problemas de saneamento básico, urbanísticos e socioambientais que afetam a qualidade de vida da população e a sustentabilidade socioeconômica do município.

Uma das principais atividades do projeto é a requalificação de três lagoas que cortam a cidade: Maresia, Prata e Donga Ramalho. Os serviços incluem drenagem, sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário e urbanização que contempla praças, estrutura para feiras e exposições e áreas para lazer e prática esportiva.  O trabalho desenvolvido pela equipe técnica social do ProsaiMaués inclui ações de sustentabilidade, educação ambiental e atividades culturais, executadas com participação da comunidade.

O Prosai também atua na comunidade indígena de Maués, beneficiando a população Sateré-Mawé com perfuração de poços tubulares, caixas d’água com capacidade para 10 mil litros, unidades sanitárias coletivas e pontos de coleta de água comunitários em 13 aldeias. São elas: São Pedro, São Benedito, Belo Horizonte, Terra Nova, Santa Izabel, Antioquia II, Livramento, Nova Liberdade, Boas Novas, Monte Salém, Santo Anjo, Livramento II e Marau Novo.